AVALIAÇÃO FOI TEMA DO PLANO PEDAGÓGICO DESTE ANO NA INSTITUIÇÃO

Treinamento com foco em Avaliação, com o Prof. Adailson Miranda. Foto/Divulgação.

 

A Faculdade de Ilhéus reuniu a equipe gestora, o setor pedagógico e as coordenações dos cursos de graduação durante um encontro de planejamento, no início do mês de fevereiro. O evento aconteceu no auditório da instituição, com o objetivo de promover o aprimoramento didático-pedagógico da sistemática e dos recursos de ensino, com foco nas estratégias de concepção do processo avaliativo e dos instrumentos de avaliação da aprendizagem.


O professor Adailson Miranda, graduado em Filosofia (UNB/UESC), mestre em Cultura (UFBA), pós-graduado em Filosofia Contemporânea (UESC), Leitura e Produção de Textos (UESC) e em Psicopedagogia Clínica (Facinter), foi convidado para facilitar o treinamento com foco no processo de avaliação. Miranda também é especialista em Educação, Avaliação, Ética Geral e Profissional, Filosofia Clínica e Jurídica, Lógica, Antropologia, Sociologia, Metodologia, Retórica, Oratória e Hermenêutica.

As orientações foram repassadas aos professores e coordenadores dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Nutrição, Engenharia Civil, Psicologia e Odontologia, como forma de atualização das técnicas de ensino.

O professor Adailson Miranda explica que o treinamento é resultado de uma preocupação coletiva. “Na verdade, é uma preocupação do corpo docente, da coordenação geral, da coordenação de cursos, e também dos alunos, em melhorar o processo de avaliação na instituição, para que o aluno aprenda mais e se prepare mais para o mercado de trabalho, que também é muito avaliativo”, disse.  

Ele acentua ainda a necessidade de preparar o aluno para o Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), aplicado pelo Ministério da Educação. “A preocupação aqui é de capacitar os professores para que eles consigam elaborar questões e avaliações mais complexas e com maior ajuizamento, mas linkadas com o Enade e outros processos seletivos que esses alunos, no futuro, vão ter que se submeter. A ideia é essa”, salienta Adailson.

O professor começou falando sobre elaboração de uma aula e como extrair, dessa aula, elementos para que possa construir uma boa avaliação. “A preocupação da instituição é muito salutar, é o que aconteceu nos grandes centros acadêmicos, como USP, Unicamp, UNB, em Brasília. Eu acho que a Faculdade de Ilhéus está dando um passo à frente das outras instituições, no momento. Ela se deu conta disso e tentou não apenas cobrar, exigir, mas dar suporte, elementos, subsídios, para que o professor possa trabalhar com mais competência e coerência”, afirma.

 

FALE CONOSCO: 73 2101 1700

Descubra como aperfeiçoar sua carreira profissional!